Demo Slothttps://167.172.89.125/https://pesanantar.gramedia.com/demo-olympus/https://pustaka.dumaikota.go.id/inlislite/produks/sdemo/slot demohttps://heylink.me/mochibet88/mochibet88mochibet 88mpotenhksbetlaskar89laskar 89link ksoklubmporedkitabet138gbk76ksoklubhebitopmpoxompoxlcakar7688klub

Novembro Azul: Atitude para ter saúde – Diagnóstico precoce auxilia no tratamento

Dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA) fazem um alerta à saúde masculina: estima-se que, no triênio 2023-2025, o Brasil deve registrar 71.730 novos casos de câncer de próstata.

Esse tipo de tumor é o segundo mais incidente nos brasileiros, ficando atrás somente dos tumores de pele não melanoma. Além disso, grande parte dos casos da doença não apresentam sintomas em estágios iniciais: “É fundamental que o homem tenha por hábito consultar um urologista e realizar exames anuais, já que nos estágios iniciais o câncer de próstata, muitas vezes, é assintomático. A detecção precoce faz toda a diferença no tratamento”, salienta Dr. Roberto Maluf, urologista do HJSC.

O câncer de próstata ocorre com mais frequência em homens a partir dos 60 anos de idade e naqueles com histórico familiar da doença: “A ocorrência de casos de câncer de próstata em parentes de 1º grau pode até mesmo duplicar a possibilidade do homem desenvolver a doença”, complementa Dr. Maluf.

O que é a próstata?

É uma glândula presente nos homens, localizada na frente do reto, abaixo da bexiga, envolvendo a parte superior da uretra (canal por onde passa a urina). Sua função é produzir um líquido que compõe parte do sêmen, que nutre e protege os espermatozoides.

Sintomas

• Dificuldade de urinar;
• Demora em começar e terminar de urinar;
• Sangue na urina; Diminuição do jato de urina; Necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite.

Diagnóstico e Tratamento

O diagnóstico precoce é a melhor maneira de combater a doença e, para isso, simples exames preventivos são grandes aliados e devem ser interpretados caso a caso.

Um deles é o exame de toque retal, em que o médico avalia tamanho, forma e textura da próstata, introduzindo o dedo protegido por uma luva lubrificada no reto do paciente.

Outro tipo é um exame de sangue que mede a quantidade de uma proteína produzida pela próstata – Antígeno Prostático Específico (PSA). Níveis altos dessa proteína nem sempre significam câncer, mas doenças benignas da próstata.

Caso seja encontrada alguma alteração no exame de PSA ou no toque retal, a confirmação do câncer de próstata é feita por meio de biópsia, na qual são retirados pedaços muito pequenos da próstata para serem analisados no laboratório.

Confirmada a doença e quando localizada apenas na próstata, pode ser tratada com cirurgia oncológica, radioterapia e até mesmo observação vigilante, em alguns casos especiais. A decisão sobre o tratamento é feita após a análise dos riscos, benefícios e melhores resultados para cada paciente.

O Hospital Japonês Santa Cruz dispõe de um time de urologistas altamente capacitado.
Marque sua consulta: https://hjsc.com.br/agendamento-online/